Pai do século passado

WHATSAPP
— Filho?
— oi
— Vai dormir na casa do seu amigo?
— S
— Tá precisando de alguma coisa?
— N
— Me avisa quando é pra te buscar.
— ok
— Então, um beijo.
— flw
— Não entendi.
— oq
— O que quer dizer flw?
— Falou
— Levou agasalho?
— mds
— O que que é isso agora?
— meu deus!
PERSONALIDADE
— Vai sair de uniforme?
— Vou, que que tem?
— Coloca uma camiseta minha, pelo menos.
— Não!
— Você tem vergonha de usar roupa do seu pai?
— Ahã.
PASSEIO
Ao deixá-lo na porta da escola para pegar o ônibus do passeio da classe à fábrica da Pullman (pães), sugeri eu mesmo conversar com a orientadora para ver questões de grana, autorização, horário de volta, lanche, etc.
— Deixa que eu falo com a mulher, filho.
— NÃO!
— Como é mesmo o nome dela?
— Fica aí! Não vai me fudê com o meu batalhão.
— O que é ‘fudê com o meu batalhão’?
— Me constrangê com os parça!
ESCOLA
— Já terminei essa merda!
— Que merda?
— Essa lição!
— E você chama lição da escola de merda
— Tive que anotar várias datas do histórico da União Europeia, de 1950 a 2009.
— E o que é que tem?
— Sabe o que é isso, pai?
— …
— Quer ouvir?
— …
IMBERBE
Quando completou 13 anos de idade, resolveu fazer a barba, isto é, o buço, pela primeira vez na vida, com lâmina de barbear. Sozinho.
— Será que essa merda não vai me arrancar o beiço, pai?
PRÉ-NAMORO
— E aí, filho, como está indo a paquera com a bonitinha?
— Normal. A melhor amiga dela falou que tem que ser carinhoso de vez em quando e respeitar o estilo dela.
— E qual é o estilo dela?
— Sei lá!
HIGIENE
— Quer fazer o favor de cortar essas unhas?
— Já-já, pai.
— Dos pés e das mãos!
— Daqui a pouco.
— Já ouviu falar no Zé do Caixão?
— …
— Pega o trim e corta essas unhas AGORA!
— Tá bom. Saco!
— …
—…
— Já cortou?
— Já. Ó que perfeição!
— Cadê as unhas que você cortou?
— Debaixo da cama.
— Isso é lugar…
— …relaxa, pai…
— …olha isso, que sujeira!
— Só passar um aspiradorzinho e pá, fechô!
JANTAR
— Tá pronto o miojo, pai?
— Deixa eu tirar essa água que caiu no prato.
— Eu não vou comer essa merda!
— Só escorrer esse restinho, filho.
— Isso aí tá com mais água que a Cantareira!
— Magina.
— Éca, pai! Pior que volume morto!
DENTES
— Acabou de escovar os dentes, filho, e já vai enfiar essa bala grudenta na boca?
— Que que tem?
— …
— …
— E agora fica com essa unha suja cutucando os dentes?
— Placas de tártaro, pai, relaxa.
EAD
— Vai assistir aula sem camisa?
— Não, eu ponho. Mas não ligo a câmera.
— Por quê?
— Porque não presto atenção, fico olhando pra mim.
— …
— Se o cabelo tá ruim, aí que eu não presto atenção mesmo.
TECNOLOGIA
— Filho, vem aqui!
— Que?
— Vê se esse arquivo já baixou.
— Não tá vendo?
— Não!
— Aperta o concluir. Tá enxergando, pai?
— ???
— O azulzinho aí, porra!
— Ah!
— Agora cê pode fechar e continuar a vida.

Comments are closed.